25 de set de 2011

Palhaço doAmor

Hoje, palhaço dos amores
um dia domei seus leões
domestiquei corações
brinquei com seus equilíbrios...
um mestre na arte dos ludíbrios
um ás em fazer sumir sonhos
dos mais alegres aos tristonhos...
dancei sobre os peitos, picadeiros
dos charlatães fui o primeiro
girei pelo globo da morte
enganei a sorte e o azar...
e, agora, com a arena lotada
já nem sei uma piada contar...
espero, então, pelo Apresentador
pra que me tire do palco
pra que eu, sozinho, admire minha dor
distante dos camarins
bem longe da lona rasgada do amor...

(Zecalu Guimarães)

0 comentários: