10 de mar de 2011

Vazio

Perdida nos atalhos do pensamento
Nas esquinas de meus sentimentos
Vou vivendo sem eira
À procura de uma beira

Inalo o vazio
Sinto frio

E na distância do nosso tempo
No longo espaço que separa nossos corpos
Na escuridão que invade meu quarto
No frenesi de gostar-te tanto assim
Vivo o vazio de não ter-te junto a mim

0 comentários: