28 de out de 2011

Loucuras


Sou sombra do passado...sou revolta
Sou folha seca...atirada pelo chão
Sou vendaval...esperança morta
Sou lago seco...saudade e solidão

No silêncio da morte...no meu olhar sem cor
No meu coração inerte...ruina de ilusão
Sou farrapo deitado ao vento...sou dor
Sou tristeza...abismo de solidão

Melancolia no meu peito...sentida
Saudade...num sorriso de amargura
Lembranças dolorosas de outra vida
Recordações...num sussurro de loucura

Meu peito aberto em mil feridas
Meus pensamentos de mim distantes
Saudades antigas...por mim sentidas
Ondas de solidão...em todos os instantes

Anoiteço na sombra do meu delirio
Amanheço...na vida mil vezes adiada
Desencontrada de mim...do meu exilio
Da minha alma...antes do tempo sepultada.

0 comentários: