25 de set de 2011

Nos Caminhos Por Onde Andei

Em cada caminho por onde andei
por cada lugar que passei,
em cada rosto que vi,
em cada alma que conheci.
Havia vida e havia morte,
olhar de dor e olhar de sorte,
angústias vivas em almas ativas,
dores mortas em vidas tortas.
Em cada caminho por onde andei
vi correr o tempo , vi sofrer a carne
vi sangrar a vida ,vi o acaso roubando
vi a alegria reinando, vi a dor sufocando.
Em cada caminho por onde andei
conheci um rei ou conheci alguém,
que reinando bem ou não,
dominou,
comandou,
abusou,
usou,
traiu-se e caiu.
Vi que os reinos não se firmam
vi que os hipócritas não se afirmam
vi que os amigos vão embora
e vi que na vida, tudo tem que ser pra agora.
Em cada caminho por onde andei
descobri que nada vale mais do que a verdade
que nunca se pode esconder a mentira e a falsidade
que onde ouver voz haverá um grito
e onde houver amor e força, haverá liberdade.
Em cada caminho por onde andei
vi que o engano não dura e o mau quase sempre perdura
vi que o bem um dia vem
e na vida sempre tem alguém que te ame também.

Em cada caminho por onde andei, me cansei, me revigorei.
E agora, pra onde vou?
Não sei..

0 comentários: